Posted on Deixe um comentário

Ingestão de óleos essenciais – cuidados!!!

Paracelso tinha razão:

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose.” 

honey-1006972_1920

Anda por aí uma moda de ingestão de óleos essenciais. ou melhor, anda uma moda, no seu geral dos óleos essenciais. e agora, de repente toda a gente fala, usa, vende, e recomenda.

e de repente CADA VEZ MAIS PESSOAS VÃO PARAR AO HOSPITAL DERIVADO AOS MAUS USOS DE ÓLEOS ESSENCIAIS.

em primeiro lugar devem entender o que são os óleos essenciais e qual o seu comportamento.

não sendo um óleo no sentido lato da palavra, tem as mesmas propriedades em relação à água: REPELEM-SE

os óleos essenciais NÃO SÃO HIDROSSOLÚVEIS – não se misturam na água! SÃO LIPOSSOLÚVEIS – diluem-se em “gorduras”

assim, utilizar óleos colocados em água, seja para beber, seja para um banho é o mesmo que colocar em estado puro na pele ou mucosas!

e isto pode ser extremamente perigoso! cada óleo essencial é o equivalente a 10-50 chávenas de chá da mesma erva! mas será que alguém no seu juízo consome isto!? e será que as pessoas tem esta noção?!

há riscos de:

  • queimaduras
  • reacções cutâneas
  • intoxicação a vários níveis
  • reacções hepáticas – no fígado, sabem?
  • inflamação das mucosas
  • interacção com medicamentos

O uso seguro recomenda em primeiro lugar o uso em difusores (mesmo aqui há riscos!) depois em aplicação tópica DEVIDAMENTE DILUÍDO E ADEQUADO AO INDIVIDUO. As crianças e bebés, gravidas, idosos e doentes tem de ter CUIDADOS com o uso e doses utilizadas!

O uso de óleos essenciais deve ser feito com SABER e com SEGURANÇA.

Escolham alguém que vos saiba aconselhar, ajudar a usar, e que nunca, em circunstancia alguma brinque com a vossa saúde ou dos vossos bebés e crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *